10 novembro 2017

RETARDATÁRIO OSMAR DIAS É O RUBINHO BARRIQUELLO DA POLÍTICA PARANAENSE

Osmar Dias, aquele mesmo que abriu mão de seus princípios, dizem as más línguas, induzido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vulgo Lularápio.

Osmar Dias, deixou ideologias e boas práticas que aparentava ter, de cidadão honrado e empresário do meio rural, para valer-se do apoio incondicional dos larápios Lula, Dilma e Gleisi, que tentaram a qualquer preço fincar pé no governo do Paraná, objetivando  abocanhar boa fatia do eleitorado paranaense e com isso fortalecer suas hostes eleitorais neste estado. 

Comenta-se que Osmar aceitou ser candidato ao governo do Paraná, para franquear palanque eleitoral aos PTralhas, com a promessa de que, caso perdesse a eleição, seria aproveitado em cargo de chefia de visibilidade política e financeira no Banco do Brasil, bancado pelos larápios Dilma e Lula.


As barganhas espúrias e os acordos de gabinete que fez com os ladrões do PT, e com a banda podre do PMDB, comandado pelo comunista Roberto Requião de Mello e Silva, que aliás o classificou em debate anterior, em Rede Estadual, de "piá de recado", o que lhe custou a reprovação pelo povo do Paraná, nas urnas, de forma sumária e cabal.


Osmar perdeu a eleição estadual e ficou sem mandato, porém com a ajuda dos padrinhos Lula e Dilma, assumiu a Vice Presidência da Carteira Agrícola do Banco do Brasil, lá permanecendo até o último dia possível junto aos "pelegos Petralhas".

De lá para cá, Osmar Dias, não se firmou mais como liderança confiável, porém, manifestou novamente interesse em ascender ao palácio Iguaçu nas eleições de 2018.


Mesmo expressando suas vontades pessoais e manifestando interesse, Osmar não está conseguindo aglomerar forças políticas importantes fora da velhacaria Requianista e PTralha.

Outro fator que pesa contra o ex Senador Paranaense é o rótulo de retardatário, o que lhe custou o apelido de Rubinho Barriquello no meio político estadual.

Osmar não se sobrepõe aos adversários e permite sempre que lhe tomem a dianteira, talvez até pelo desgaste perante a opinião pública paranaense, em função dos acordos espúrios que fez com a cúpula de larápios do PT.

Trocando em miúdos, Osmar Dias está encurralado, sempre atrasado, esperando que alguém compre a ideia de sua candidatura ao Palácio Iguaçu. 

Enquanto isto não acontece, dizem os próprios correligionários, Osmar demonstra uma vez mais, não ter capacidade de articulação para o recrutamento do apoio necessário capaz de levá-lo ao Palácio Iguaçu.

Estamos de

Nenhum comentário:

Postar um comentário